Diálogo visual e emocional: Ramonn Vieitiez na ArtRio

Texto: Rafaela Mattera

Pelos grandes armazéns da ArtRio, vimos diversos Volpis, muitos Botteros, alguns Julios Le Parc e também, nome de artistas mais jovens sendo trabalhados de forma positiva por galerias, que promovem a inserção desses, no mercado.

Um stand do Armazém 4, dialogou de imediato com o visual e emocional da equipe ‘CAUSE: eram os quadros de Ramonn Vieitiez, da série ‘Assassinos’, no espaço da Portas Vilaseca Galeria.

Ramonn vem do leste nordestino, de Recife, e foi um dos entrevistados da nossa THE NEW WORLD - ISSUE 1. Ele, um artista autodidata, começou a trabalhar com a pintura durante a faculdade como forma de escape de seu curso de graduação. Com temáticas referentes à símbolos, fantasias, violência, sua pintura é contemporânea, fala com e para essa sociedade.

Além de Pernambuco, suas obras já passaram por exposições no Rio de Janeiro, São Paulo, Santa Catarina, EUA e já com esse currículo, seus desejos profissionais ainda são vários. Esse é o pensamento, de um artista que vislumbra conquistar o mundo, que quebrou a barreira do medo de errar, como ele próprio contou e mostrou na nossa 1ª edição da revista.