Kake: Cai como uma luva na preferência das brasileiras

Texto: Joana Marcel / Imagens: Divulgação

A indústria pornográfica movimenta R$ 400 bilhões por ano. Com o aumento do consumo de seus produtos pelas mulheres brasileiras, foi realizada uma pesquisa pelos dois maiores sites pornográficos sobre as preferências femininas intitulada: "O que as mulheres querem".

O resultado da análise apontou que um dos focos de maior interesse delas é em ver sexo entre homens gays. Além disso, outra pesquisa levantou que cerca de 27% das brasileiras - que juntamente com as Filipinas estão em primeiro lugar em uma lista de consumo de conteúdo erótico pelo público feminino - tem preferência por quadrinhos eróticos.

Depois que tive acesso a essa pesquisa, perdi a vergonha e resolvi dividir o meu deslumbramento pela HQ Kake. Fiquei tão fanática, que descobri que o seu autor - Tom of Finland - foi um renomado artista finlandês, conhecido pelo seu trabalho de caráter homoerótico, a partir de 1973.

O trabalho de Tom teve um papel fundamental na mudança da auto-imagem do mundo gay (antes vistos como simples imitações das mulheres, os homossexuais buscavam o anonimato). 

Alguns objetos pessoais e desenhos seus podem ser encontrados na Fundação Tom of Finland, na Califórnia, criada em 1986, com a proposta de documentar o trabalho do artista ao longo de seis décadas de arte erótica masculina, uma lindeza!

Quando descobri que a editora Taschen tinha vários livros publicados com a coleção do Kake, corri para comprar essa belezura, mas ainda estou esperando chegar... Enquanto isso, sigo admirando a capa e procurando capítulos esparsos na internet.