Março ferve em Dubai

Texto: Valéria Bravo Maynard

Dubai em foco

Março ferve em Dubai, mas se você pensou automaticamente nas escaldantes areias do deserto ou nas altas temperaturas do lugar, esqueça. O que faz a cidade dos Emirados Árabes Unidos fervilhar neste mês, de clima ainda ameno, são os múltiplos eventos de design, moda e arte, que prometem agitar a região. A ‘CAUSE, obviamente, não podia deixar de mostrar o nosso olhar sobre o que acontece de relevante nessas áreas no Oriente Médio. Para acompanhar de perto a maratona cultural, a nossa correspondente internacional Valéria Bravo Maynard está presente na cidade famosa por seus superlativos, e nos conta tudo, em primeiríssima mão, através das nossas plataformas digitais.  

Olivia Yassudo, do Coletivo Amor de Madre| "Absorption", instalação do Coletivo no Design Days Dubai

 

Design Days, Art Dubai e Fashion Forward são os eventos principais, que se desdobram em uma infinidade de outras iniciativas culturais paralelas, espalhadas por toda a cidade. Programados para acontecer entre 14 a 25 deste mês, o calendário oficial foi aberto, 14/03, pelo Design Days Dubai, a primeira e única feira voltada para as regiões do Oriente Médio e Sul da Ásia. A área de design tem evoluído rapidamente e despertado um interesse cada vez maior entre especialistas, colecionadores e público local em geral. Prova disso é que a feira acolhe neste ano o maior número de expositores desde que foi criada, em 2012.  São mais de 400 obras, desenvolvidas por 125 designers e representados por 50 expositores, num total de 39 países participantes.

O evento tem sido um importante catalisador para o desenvolvimento da comunidade de design dos Emirados Árabes Unidos e de países do Golfo Arábico (não ouse chamar de Golfo Pérsico por aqui) e também de regiões próximas. Desde a sua criação, o Design Days vem consolidando seu status de plataforma internacional para lançamento de designers emergentes. Nesta edição, 21 galerias e estúdios de design dos Emirados Árabes Unidos estão exibindo coleções de mobiliário, iluminação e objetos de décor.

Há também uma série de projetos e instalações especiais de designers já consagrados, oriundos de diversos países. O American Hardwood Export Council colabora com o projeto "Seed to Seat", apresentando sete designers, que residem nos Emirados Árabes Unidos. Já o “Britain Takes Shape” exibe obras de 10 pioneiros do design britânico, com trabalhos inéditos na região, numa iniciativa liderada pelo British Council, entre outros.

"Estamos orgulhosos por apresentar uma curadoria da coleção mais diversificada do mundo em termos de design moderno e contemporâneo colecionável, colocando galerias regionais e estúdios de design junto com os principais expositores internacionais - e misturando técnicas inovadoras de design, práticas e habilidades - para criar uma feira de qualidade mundial.", disse Rawan Kashkoush, diretor de programação do Design Days Dubai.

Participação brasileira em Dubai- O Brasil está representado pelo Coletivo Amor de Madre, de São Paulo. Criado em 2009, o Coletivo usa arte, design, arquitetura e tecnologia digital para, entre outros objetivos, investigar questões socio-ambientais. O Coletivo trouxe para o Design Days um dos produtos mais inovadores em termos de tecnologia, além de um tema muito apropriado para ser discutido e apresentado numa das mais importantes regiões petrolíferas do mundo. Trata-se da Fohm.Life, um material novo, desenvolvido em São Paulo em conjunto com o laboratório verde do químico colombiano radicado brasileiro, Lauro Cuevas, após dois anos de desenvolvimento e testes.  Um veterano participante do Design Days Dubai, presente em todas as edições desde 2012, o Coletivo Amor de Madre escolheu exatamente o evento para lançar no mercado essa espuma especial.

A função da Fohm.Life é absorver hidrocarbonetos- presentes em óleos minerais e vegetais como  petróleo, gasolina, óleo diesel, querosene, vaselina, parafina, e polímeros como plásticos, borracha, entre outros-, todos nocivos à natureza, limpando o solo e água.  Uma solução para tratar tanto os danos ao ecossistema causados pelos devastadores vazamentos de petróleo pelo mundo, quanto aqueles dos nossos hábitos cotidianos. O óleo usado para cozimento dos alimentos e o óleo cosmético que passamos no corpo são dois exemplos de meios de contaminação da natureza, que acabam por poluir as águas e o solo. Após a espuma absorver essas substâncias nocivas, pode-se optar por retirar o material do local e misturar esse resíduo à terra, transformado num super fertilizante, ou deixá-lo flutuando no mar, na água, uma vez que a espuma é biodegradável e será eliminada do meio ambiente, completado um ciclo de 28 dias.

“A espuma é feita de resíduos de material orgânico biodegradável, de qualquer matéria-prima que esteja sobrando naquela determinada região e que contenha algum tipo de açúcar ou óleo, como cana-de-açúcar, batata. Isso permite a ativação da economia local, utilizando-se apenas do excedentes de produção. Uma solução altamente sustentável. Resumindo: é lixo para resolver lixo e salvar vida”, explica Olivia Yassudo, diretora do Coletivo.  

Para apresentar a Fohm.Life, o Coletivo Amor de Madre, em parceria com o Atelier Marko Brajovic, também de São Paulo, produziu a instalação “Absorption”, uma floresta de bambus de espuma manchados no topo de tinta negra, numa clara alusão ao óleo derramado e à espuma redentora. Brajovic, que é croata residindo há anos no Brasil, também participa de um dos painéis de discussões com o tema “In nature we trust”. 

Design Days está localizado no Dubai Design District (d3) e, além dos estandes, apresenta espaços como um auditório onde 13 painéis serão discutidos, com participação de 22 palestrantes de mais de 18 diferentes nacionalidades; uma estação de rádio para entrevistas ao vivo; um café e uma livraria com livros arquitetura e design da região. Workshops e cursos também serão ministrados.

Acompanhe também nossa cobertura de outros eventos em Dubai, entre eles o Art Dubai (15 a 17/03) e Fashion Forward (23 a 25/03).