GRANDE PRÊMIO DO CINEMA BRASILEIRO 2017

No dia 5 de setembro, o Theatro Municipal do Rio de Janeiro será palco da mais importante premiação do cinema nacional, a 16ª edição do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. A lista dos indicados foi divulgada e na disputa para o grande prêmio da noite, o de Melhor longa-metragem de ficção, estão: "Aquarius", "Boi Neon", "Elis", "Mãe só há uma" e "Nise - O Coração da loucura".

Os longas que encabeçam o número de indicações são "Elis" (com 12), de Hugo Prata, "Aquarius" (11), de Kleber Mendonça Filho e "Boi Neon", de Gabriel Mascaro (10). Dentre as categorias que o filme do diretor Mascaro concorre está a de Melhor ator para Juliano Cazarré - conselheiro editorial da 'CAUSE.

Além da votação do júri técnico, no dia 01 de agosto, as categorias "Melhor longa-metragem ficção", "Melhor longa-metragem documentário" e "Melhor longa-metragem estrangeiro" abrem para voto popular no site da Academia.

Os filmes indicados serão exibidos em diversas salas de cinema a partir do dia 10 de agosto: Rio de Janeiro (Naves do conhecimento - Madureira, Triagem e Engenhão,  Duque de Caxias e Niterói), Paraíba (João Pessoa e Sousa), Minas Gerais (Belo Horizonte), Pernambuco (Recife), Santa Catarina (Florianópolis) e São Paulo (Circuito SPCine).

Confira a lista completa de indicados abaixo:

Melhor longa-metragem de ficção
·         AQUARIUS de Kleber Mendonça Filho. Produção: Emilie Lesclaux por Cinemascópio
·         BOI NEON de Gabriel Mascaro. Produção: Rachel Ellis por Desvia Produções
·         ELIS de Hugo Prata. Produção: Fabio Zavala e Hugo Prata por Bravura Cinematográfica Ltda
·         MÃE SÓ HÁ UMA de Anna Muylaert. Produção: Sara Silveira e Maria Ionescu por Dezenove Som e Imagens e Anna Muylaert por África Filmes
·         NISE – O CORAÇÃO DA LOUCURA de Roberto Berliner. Produção: Rodrigo Letier por TV Zero Cinema 

Melhor longa-metragem documentário
·         CÍCERO DIAS, O COMPADRE DE PICASSO de Vladimir Carvalho. Produção: Vladimir Carvalho por Com Domínio Filmes
·         CINEMA NOVO de Eryk Rocha. Produção: Diogo Dahl por Coqueirão Pictures (Kino TV) e Eryk Rocha por Aruac Filmes
·         CURUMIM de Marcos Prado. Produção: Marcos Prado e José Padilha por Zazen Produções
·         EU SOU CARLOS IMPERIAL de Renato Terra e Ricardo Calil. Produção: Alexandre Rocha e Marcelo Pedrazzi por Afinal Filmes
·         MARIAS de Joana Mariani. Produção: Matias Mariani por Primo Filmes e Joana Mariani por Mar Filmes
·         MENINO 23 – INFÂNCIAS PERDIDAS NO BRASIL de Belisario Franca. Produção: Maria Carneiro da Cunha por Giros
·         QUANTO TEMPO O TEMPO TEM de Adriana L. Dutra. Produção: Claudia Dutra e Viviane Spinelli por Inffinitto 

Melhor longa-metragem comédia
·         BR716 de Domingos Oliveira. Produção: Domingos Oliveira por Teatro llustre e Renata Paschoal por Forte Filmes
·         É FADA! de Cris D’Amato. Produção: Daniel Filho por Lereby Produções
·         MINHA MÃE É UMA PEÇA 2 de César Rodrigues. Produção: Iafa Britz por Migdal Filmes
·         O ROUBO DA TAÇA de Caito Ortiz. Produção: Francesco Civita e Beto Gauss por Prodigo Films
·         O SHAOLIN DO SERTÃO de Halder Gomes. Produção: Halder Gomes e Márcia Delgado por ATC Entretenimentos 

Melhor direção
·         AFONSO POYART por Mais forte que o mundo – A história de José Aldo
·         ANNA MUYLAERT por Mãe só há uma
·         DAVID SCHURMANN por Pequeno segredo
·         GABRIEL MASCARO por Boi Neon
·         KLEBER MENDONÇA FILHO por Aquarius 

Melhor atriz
·         ADRIANA ESTEVES como DILZA por Mundo cão
·         ANDRÉIA HORTA como ELIS por Elis
·         GLORIA PIRES como NISE DA SILVEIRA por Nise – o coração da loucura
·         JULIA LEMMERTZ como HELOISA por Pequeno segredo
 ·         SONIA BRAGA como CLARA por Aquarius
·         SOPHIE CHARLOTTE como SEVERINA por Reza a lenda 

Melhor ator
·         CAIO BLAT como FELIPE por BR716
·         CAUÃ REYMOND como ARA por Reza a lenda
·         CHICO DIAZ como GOMEZ por Em nome da lei
·         DOMINGOS MONTAGNER como CORVO por Um namorado para minha mulher
·         JULIANO CAZARRÉ como IREMAR por Boi Neon
·         LÁZARO RAMOS como PAULINHO por Mundo cão 

Melhor atriz coadjuvante
·         ALICE BRAGA como SANDRA por Entre idas e vindas
·         ANDRÉA BELTRÃO como ANA LUCIA por Sob pressão
·         LAURA CARDOSO como YOLANDA por De onde eu te vejo
·         MAEVE JINKINGS como ANA PAULA por Aquarius
·         MAEVE JINKINGS como GALEGA por Boi Neon
·         SOPHIE CHARLOTTE como GILDA por BR716 

Melhor ator coadjuvante
·         CACO CIOCLER como CÉSAR CAMARGO MARIANO por Elis
·         DAN STULBACH como MARCOS por Meu amigo hindu
·         FLAVIO BAURAQUI como OCTÁVIO IGNÁCIO por Nise – o coração da loucura
·         GUSTAVO MACHADO como RONALDO BÔSCOLI por Elis
·         IRANDHIR SANTOS como ROBERVAL por Aquarius 

Melhor direção de fotografia
·         ADRIAN TEIJIDO; ABC por Elis
·         ANDRÉ HORTA por Nise – o coração da loucura
·         DIEGO GARCIA por Boi Neon
·         MARCELO CORPANNI; ABC por Reza a lenda
·         MAURO PINHEIRO JUNIOR por Meu amigo hindu 

Melhor roteiro original
·         AFONSO POYART e MARCELO RUBENS PAIVA por Mais forte que o mundo – A história de José Aldo
·         ANNA MUYLAERT por Mãe só há uma
·         DOMINGOS OLIVEIRA por BR716
·         GABRIEL MASCARO por Boi Neon
·         KLEBER MENDONÇA FILHO por Aquarius 

Melhor roteiro adaptado
·         FIL BRAZ e PAULO GUSTAVO – adaptado da peça teatral “Minha mãe é uma peça”, de Paulo Gustavo por Minha mãe é uma peça 2
·         HILTON LACERDA e ANA CAROLINA FRANCISCO – adaptado do obra “Big Jato”, de Xico Sá – por Big Jato
·         LUSA SILVESTRE E JULIA REZENDE – adaptado do longa-metragem argentino “Un Novio para mi Mujer” – por Um namorado para minha mulher
·         NEVILLE D’ALMEIDA e MICHEL MELAMED – adaptado do texto “A frente fria que a chuva traz”, de Mario Bortolotto – por A frente fria que a chuva traz
·         WALTER LIMA JR – adaptado da obra “A volta do parafuso”, de Henry James – por Através da sombra 

Melhor direção de arte
·         CLOVIS BUENO, ISABEL XAVIER e CAROLINE SCHAMALL por Meu amigo hindu
·         DANIEL FLASKMAN por Nise – o coração da loucura
·         FREDERICO PINTO por Elis
·         JULIANA RIBEIRO por O Shaolin do sertão
·         JULIANO DORNELLES e THALES JUNQUEIRA por Aquarius 

Melhor figurino
·         CÁSSIO BRASIL por Reza a lenda
·         CRIS KANGUSSU por Nise – o coração da loucura
·         CRISTINA CAMARGO por Elis
·         FLORA REBOLLO por Boi Neon
·         LUCIANA BUARQUE por O Shaolin do sertão 

Melhor maquiagem
·         ALEX DE FARIAS por Boi Neon
·         ANNA VAN STEEN por Elis
·         BRUNA NOGUEIRA por Meu amigo hindu
·         CRISTIANO PIRES por O Shaolin do sertão
·         TAYCE VALE por Reza a lenda 

Melhor efeito visual
·         BINHO CARVALHO e JOSÉ FRANCISCO; ABC por Reza a lenda
·         EDUARDO AMODIO por Aquarius
·         GUILHERME RAMALHO por Elis
·         MARCELO SIQUEIRA por Pequeno segredo
·         MARI FIGUEIREDO por Mais forte que o mundo – A história de José Aldo 

Melhor montagem ficção
·         EDUARDO SERRANO por Aquarius
·         FERNANDO EPSTEIN e EDUARDO SERRANO por Boi Neon
·         GUSTAVO GIANI por Meu amigo hindu
·         KAREN HARLEY; EDT por Big Jato
·         TIAGO FELICIANO; AMC por Elis