A. Niemeyer e Cotton Project no SPFW n45

Por Carol Goulart

Fotos Múcio Ricardo

Abrindo o penúltimo dia de desfiles, A.Niemeyer apresentou sua coleção inspirada no lifestyle de Montauk, refúgio próximo a Nova Porque. Com foco no pós surfe confortável e aconchegante, lãs, tapeçarias e transparências apareceram arrematadas por elementos marcantes como a maxipochete, que surge em diversas texturas. Os acessórios ganharam destaque especial, pensando nos bonés e chinelos ultra volumosos que vimos por lá, além da inédita parceria com a Tiffany & Co nesta edição. Os tons quentes, misturados aos cinzas e azuis remetem a uma fogueira com amigos, em que cobertores e mantas viram peça desejo materializadas hoje na passarela. Delicadeza, sensibilidade e uma elegância natural preencheu as escadarias e corredores da Escola Britânica de Artes Criativas. 

Seguimos para o desfile da Cotton Project, que começa com a frase How to leave your old life behind, temática comportamental por trás da concepção criativa dessa coleção. Não é a primeira vez que os talentosos garotos por trás da marca abordam a relação contemporânea com a ansiedade, a tecnologia, a ressignificação da natureza e a busca por autoconhecimento. Agora o clima rural serve de pano de fundo para um novo mergulho interior, aquele que serve de gatilho para mudanças de vida. Nos acessórios, chapéus, lenços amarrados no rosto e uma charmosa bota branca chamaram atenção. Nas peças, os caquis se misturam aos alaranjados, roxos e estampas pontuais. Como de costume, trilha sonora marcante e aplausos calorosos na fila final.